Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Calccio’

Embarcaçoes Tisserandas em Além mar

Embarcações Tisserandas em Além mar

 

Os campos europeus respiram as últimas rodadas de seus campeonatos nacionais e continentais. E o Tisserand embarca no Google Earth e desbrava com suas caravelas as terras que fundaram a civilização ocidental e exploram nossas matérias primas há cinco séculos – do pau brasil aos jogadores de futebol. 

 

Nessa edição do Boletim Europeu: Italiano, Espanhol, Alemão e Inglês.  

 

 

Italiano
 

A Botina Dourada deve ficar novamente nas mãos da Inter, de Milão. O Calccio, na verdade, está se transformando num campeonato regional como os estaduais daqui, quase uma obrigação de vitória para o time de Mourinho, que, por outro lado, tem acumulado fracassos quando se arrisca em terreno estrangeiro. Milan e Juventus, os dois times que ameaçavam a soberania Nerazzuri, perderam-se nas lesões dos principais jogadores – sobretudo os milanisatas – e na limitação do grupo de atletas, caso da Vecchia Signora, que regressou esta temporada dos porões da segunda divisão.

 

A Itália ainda corre o risco de perder vagas nas competições interclubes européias da próxima temporada. O rendimento miserável na Liga dos Campeões dos últimos dois anos, não classificando nenhuma equipe às semifinais, e fracassos recorrentes na Copa da Uefa, podem transferir a quarta vaga da Bota para a Alemanha, por exemplo.

 

Classificação: 1º) Inter, 74  2º) Milan, 64  3º) Juventus, 64
¬ Seis rodadas para o final

 

 

Espanhol

 

O Barcelona caminha para retomar o título espanhol, que nas duas últimas temporadas permaneceu em Madri, com o Real. O time de Guardiola voltou a encantar com as linhas de passes insinuantes dos grandes tempos de Ronaldinho. A diferença para a atual esquadra catalã são as afirmações de Messi – como protagonista no lugar do Gaúcho – e Iniesta, habilidoso prata da casa, responsável pela saída do luso-brasileiro Deco. No lado Merengue, a legião de holandeses (Robin, Huntelaar, Sneijder, Van Der Vaart…) segue insuficiente. A chance derradeira para o Real é o clássico do dia 3 de maio, em Madri – uma vitória reduziria a vantagem do Barça para (Yes we can) três pontos.

 

Classificação: 1º) Barcelona,78  2º) Real Madri, 72  3º) Sevilla, 57.
¬ Sete rodadas para o final

 

 

Alemão

 

A Alemanha, habitual terra de pragmatismos e ações conservadoras, pode contrariar o costumeiro cenário previsível na Bundesliga – é curioso que o nome do Nacional deles combinaria muito mais com um Campeonato Brasileiro. Pelo menos cinco equipes já foram líderes por mais de uma rodada. O 1899 Hoffenheim, do canhotinho nascido no Olímpico Cadu, recém chegado da segundona local, tomou a dianteira ainda nas primeiras rodadas e brigou palmo a palmo até semanas atrás. Como um clássico coelho e coadjuvante que é, já se acomodou em seu lugar de direito, a oitava posição, e deve lá permanecer até o final.

 

Carlos Eduardo é assediado de forma desonrosa por Tinga

Carlos Eduardo é assediado de forma desonrosa por Tinga

 

O título deve ficar entre Wolfsburg e Bayern, de Munique. O primeiro, atual líder, possui o artilheiro do campeonato, o Grafite – Aquele! – e tem a seu favor a ascensão surpreendente na reta final: venceu as últimas dez partidas. Já o Bayern ainda lambe as feridas de uma eliminação humilhante na Copa dos Campeões para o Barcelona – foi goleado por 5 a 1 no primeiro jogo – e outra derrota catastrófica para o próprio Wolfsburg pelo mesmo placar, há duas rodadas. E com um agravante aterrador: gol de placa do Grafite – Aquele!

 

Classificação: 1º) Wolfsburg, 57 2º) Bayern, 54  3º) Hamburgo, 54
¬ Seis rodadas para o final

 

 

Inglês

 

A Taça de Chá das Cinco, mais conhecida como Premier Liegue, honra sua condição de campeonato mais emocionante do atual cenário futebolístico europeu. Tem os melhores jogos, os melhores treinadores – e os mais longevos no comando dos grandes times – e alguns dos melhores jogadores do Mundo – aliás, segundo a Fifa, o melhor está lá.

 

O torneio terá sua trigésima terceira rodada completa na próxima quarta, e o Manchester deve manter a diferença de um ponto para o Liverpool e quatro para o Chelsea. O time de Alex Fergusson, o Matusalém dos técnicos de futebol – há mais de vinte anos a frente da mesma equipe – ainda tem um compromisso campal a mais a cumprir que os adversários.

 

O futebol de clubes inglês, aliás, impõe nos dias de hoje uma hegemonia napoleônica: pelo segundo ano consecutivo, três times nas semifinais da Copa dos Campeões. Fabio Capello, o italiano que treina o selecionado local, tenta pegar emprestado um pouco deste mel – que todos sabemos de cor verde e corpo retangular (e tome piscadinha cúmplice de piada cretina para o leitor!).

 

Classificação: 1º) Manchester United, 71 2º) Liverpool, 70  3º)Chelsea, 67
¬Seis rodadas para o final

 

Fotos: Caravelas: revistadehistoria.com.br; Carlos Eduardo e Tinga: Clic RBS.

 

Guilherme

Anúncios

Read Full Post »