Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘2 a 1’

Guina: dono do meio-campo colorado

Guina ensinando Ibson a desarmar

 

Em partida histórica, o Inter garantiu vaga nas semifinais da Copa do Brasil, ao vencer o Flamengo por 2 a 1. O Colorado segue imbatível no Beira-Rio, completando a sua décima oitava vitória consecutiva.

 

Em casa, o time já marcou opulentos 58 gols em 19 jogos e administra um aproveitamento fantástico de 96,49%.

 

A crônica do jogo pode ser conferida na coluna semanal do articulista Fabio Araujo, no Portal Arena Vermelha.

 

Abaixo, as notas e considerações deveras pertinentes sobre a Esquadra Rubra.

 

Lauro – Foi pouco requisitado e não falhou no gol. Nota: 7,0.

 

Danilo Silva – Substituiu Bolívar, mas pouco acrescentou. Nota: 6,8.

 

Indio – É o cacique do Beira-Rio.  A defesa estava segura.  Nota: 8,0.

 

Álvaro – Mesmo criticado pela torcida, não entrega a rapadura. Nota: 8,0.

 

Kleber – Tem qualidade em algum lugar obscuro carente de nossa atenção. Pode render mais. Nota: 7,5.

 

Sandro – O meio como um todo estava com baixo rendimento. Nota: 6,9.

 

Rosinei – Rosinou inofensivamente. O time sentiu falta do Magrão. Nota 6,5.

 

Guiñazu – Um inconformado. Um leão em campo. Nota 9,5.

 

D’Ale – Infernizou a defesa adversária com a habitual chiliquentice. Nota 8,9.

 

Taison – Voltou a jogar bem e ensaiar aquela dancinha de pugilista peso leve de quando está confiante. Marcou um gol decisivo. Nota 9,2.

 

Nilmar – Velocidade fora do comum, foi o responsável por parcela pungente do primeiro gol. Nota 8,9.

 

Glaydson – É um operário, mas entrou bem. Colaborando de forma mais efetiva com a falta sofrida cobrada por Andrezinho. Nota 7,5.

 

Andrezinho – Como diria o aforismo do filósofo: futebol é momento! Ontem: Dézinho foi 10. No final, decidiu e correu pro abraço. Nota 10,0.

 

Alecsandro – Sem nota.

 

Foto: Jeferson Botega, Clic Esportes.

 

Fabio

Anúncios

Read Full Post »